sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O Bom depósito

2 TIMÓTEO 1.6-
Guarda o bom depósito, mediante o Espírito Santo que habita em nós.
(2Tm 1.14.)
“Se paz a mais doce me deres gozar,
Se dor a mais forte eu sofrer,
Oh, seja o que for, tu me fazes saber
Que feliz com Jesus sempre sou.
Sou feliz com Jesus.
Sou feliz com Jesus, meu Senhor!”
Esse belo hino tem uma linda história. Um missionário estava longe de
sua terra com a família. Depois de algum tempo naquele campo, pregando a
Palavra e trazendo vidas ao Senhor, iria retornar ao seu país para umas férias.
A esposa veio na frente com os ? lhos. Tomaram o navio, que era o único
meio de transporte na época, para uma viagem que deveria durar uns dois
meses pelo Oceano Atlântico.
No transcurso, no meio do caminho, o navio afundou. Foi um golpe
muito duro. Ele teria agora de tomar outro navio para retornar ao seu país.
Ao embarcar, fez ao comandante um pedido:
“Por favor, quando estivermos sobre o local onde há alguns dias o navio
tal afundou, eu gostaria que o senhor me avisasse. Desejaria ver exatamente
esse lugar; ali eu perdi a minha família.”
E o comandante assim o fez. Ao olhar para aquelas ondas verde-azuladas,
não houve em seu coração, como era de se esperar, nenhum desespero ou
convulsão de choro. Apenas algumas lágrimas quentes de saudade. Então ele
tomou papel e caneta e escreveu a letra dessa canção.
Ele descobriu que no íntimo do cristão verdadeiro há um bom depósito
de felicidade e paz, que excede a todo entendimento. Somos felizes com Jesus.
Essa é a realidade da vida cristã. Este é o nosso bom depósito: o Espírito
Santo que habita em nós. Ele é a nossa alegria e coroa.
Pai, não há palavras para te agradecer por tão grande amor.
Tu nos dás vida, alegria, conforto e paz. Podemos amar sempre,
sem nunca perder essa alegria e paz, mesmo nas tempestades
do viver. Amém.


rci//rv
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário