sexta-feira, 4 de novembro de 2011

 ÉFESO


 A Esposa de Cristo

ESCREVE ao anjo da Igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: Jesus manda João escrever, e enviar para o “anjo” da Igreja em Éfeso. (pastor – mordomo da sua casa de oração). Isso significa, que o “Pastor” está sob suas mãos, e sua obrigação é zelar sobre a alma da Sua Noiva. Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverânca, e que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que dizem apóstolos, e não o são, e os achaste mentirosos. Eu sei das suas “Obras e todo o seu trabalho… Sobre o seu trabalho – ação moral: Jesus conhece todos as coisas, e aqui Ele elogia o pastor pelo seu trabalho, pela sua paciência, pelas suas virtudes que ele tem para suportar todos os males. Ele vê o caráter de colocar em prova cada um que se diz ser apóstolo, mensageiro e não são, são apóstolos, mas ensinam “mentira”, com o intuito de enganar as pessoas a viverem uma vida pecaminosa. (Atos. 19:24-40). E sofreste, e tens paciência… e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Mas tinha um problema!!! Deixou o principal que é amar ao seu próximo. Deixou o primeiro amor. Lucas. 10: 25- A sua preocupação foi tanta que nem se lembrou mais do grande amor de Deus. Atos 2: 41; 4: 32 – Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tirarei o seu castiçal… Sem dúvida! Poderá perder sua posição, e o seu nome poderá ser riscado do Livro da Vida. Temos que vencer o mal do egoísmo, mudar a mente e o comportamento, para ter uma vida eterna. Vemos ciúmes entre pastores e pregadores do Evangelho de Cristo a falarem mal uns dos outros. Brincando de religião, competindo em quem é o mais forte e poderoso. Não tendo temor algum. 1 Coríntios. 13: 1-13 – “O Primeiro Amor” que não arde em ciúmes, e é paciente, benígno. Atos. 2: 41-47; 4:32,35 – O amor não faz mal a ninguém. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Aqueles que “sustentam a doutrina dos nicolaítas”, são reprovados de modo semelhante aos “que sustentam a doutrina de Balaão”. Crê – se que as ações más desta seita é praticamente idênticas. – Não deixem de ler : 2 Pedro. 2:10 a 22 e Judas. 4 a 18, podemos conhecer o caráter do sistema de Balaão. Não se abstinham de carnes oferecidas aos ídolos, e das relações pecaminosas. (Atos. 15:20, 29). São esses atos, males relacionados, porque as festas idólatras são muitas vezes, ocasiões das mais grosseiras imoralidades. Aborrecer tais práticas, é sinal de vida da igreja. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus.(Promessa de Deus). A idéia de felicidade está na expressão – “árvore de vida” – encontrada no Jardim do Éden. Provérbios. 3: 18 – É árvore de vida para os que dela tomam, e são bem-aventurados todos os que a retêm. Provérbios. 11: 30 – O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio. Provérbios. 13: 12 – A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida. Provérbios. 15:4 – A língua benígna é árvore de vida… Apocalipse. 22: 1-5 – E MOSTROU-ME o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e de um e do outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos. E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome. E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre.


 
rci//rv//preapa
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário