sexta-feira, 11 de abril de 2014

************ As sete atuações do Espírito na vida do crente
Zacarias 4
>>> 1 E o anjo que falava comigo voltou, e despertou-me, como a um homem que é despertado do seu sono,
>>> 2 E disse-me: Que vês? E eu disse: Olho, e eis que vejo um castiçal todo de ouro, e um vaso de azeite no seu topo, com as suas sete lâmpadas; e sete canudos, um para cada uma das lâmpadas que estão no seu topo.
>>> 3 E, por cima dele, duas oliveiras, uma à direita do vaso de azeite, e outra à sua esquerda.
>>> 4 E respondi, dizendo ao anjo que falava comigo: Senhor meu, que é isto?
>>> 5 Então respondeu o anjo que falava comigo, dizendo-me: Não sabes tu o que é isto? E eu disse: Não, senhor meu.
>>> 6 E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.
Zacarias, na visão que recebe de Deus, vê a Obra como um pequeno candelabro de ouro e alimentado com azeite, símbolo do Espírito Santo. Pequeno, mas valioso e capaz de dar luz ao mundo!.
Zacarias começou sua atividade profética fazendo um convite
aos judeus para ‘retornarem ao SENHOR’. (Zc 1:3)
As 8 visões que se seguiram garantiram o apoio de DEUS ao
trabalho de reconstruir o templo destruído por Nabuconosor II.
A obra de reconstrução seria terminada:‘Não por força nem por violência (ou FORÇA MILITAR, ou FORÇA DO HOMEM: Hebr.: vehhá·yil.) , mas sim pelo meu
Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos’. (Zc 4:6)
O homem chamado Renovo ‘ele brotaria do seu lugar, e edificaria o templo do SENHOR' e ‘seria sacerdote no seu trono'. (Zc 6:12, 13.
Toda a Bíblia está repleta de testemunhos de pessoas que se humilharam, que deixaram de lado a sua glória e seguiram o caminho da renúncia. Se você quer continuar ardente em seu amor a Jesus, então renuncie à sua glória própria! "Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus." O fogo do Espírito Santo começa a iluminar, a aquecer e a queimar assim que um pecador se humilha como Jesus se humilhou e se esvaziou de si mesmo
>>>>>>>>>>> I. A atuação do Espírito Santo nas Sagradas Escrituras
******* 1. Vejamos agora as principais obras do Espírito Santo no antigo Testamento:
A Bíblia descreve várias atividades do Espírito Santo no Antigo Testamento:
>>>> A. Na Criação
O Espírito Santo desempenhou um papel ativo na criação, pois "Ele se movia sobre a face das águas" (Gn. 1.2), preparando tudo para que a Palavra criadora de Deus desse forma ao mundo. Tanto o Verbo de Deus, o Senhor Jesus, quanto o Espírito de Deus, foram agentes na criação:
• "JÓ 26:13 - Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça."• "SL 33:6 - Pela palavra do SENHOR foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito da sua boca."
> >>> B. Na Criação da Vida Humana .
O Espírito Santo também é o autor da vida, pois quando Deus criou Adão, foi o Seu Espírito quem soprou no homem o fôlego da vida:
• "GN 2:7 - E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente."• "JÓ 33:4 - O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida."
• "SL 104:30 - Envias o teu Espírito, e são criados, e assim renovas a face da terra."
>>>> C. Na Mensagem Divina a Israel
O Espírito Santo estava ativo na comunicação da mensagem de Deus ao seu povo. Era o Espírito, por exemplo, quem instruía os filhos de Israel no deserto:
• "NE 9:20 - E deste o teu bom espírito, para os ensinar; e o teu maná não retiraste da sua boca; e água lhes deste na sua sede."
Quando os salmistas de Israel compunham seus cânticos, faziam-no mediante o Espírito do Senhor:
• "2SM 23:1 - E ESTAS são as últimas palavras de Davi: Diz Davi, filho de Jessé, e diz o homem que foi levantado em altura, o ungido do Deus de Jacó, e o suave em salmos de Israel.
2SM 23:2 - O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra está na minha boca."
Semelhantemente, os profetas eram inspirados pelo Espírito de Deus a declarar Sua palavra ao povo:
• "NM 11:29 - Porém, Moisés lhe disse: Tens tu ciúmes por mim? Quem dera que todo o povo do SENHOR fosse profeta, e que o SENHOR pusesse o seu espírito sobre ele!"• "1SM 10:6 - E o Espírito do SENHOR se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e tornar-te-ás um outro homem."
• "1SM 10:10 - E, chegando eles ao outeiro, eis que um grupo de profetas lhes saiu ao encontro; e o Espírito de Deus se apoderou dele, e profetizou no meio deles."
• "2CR 24:20 - E o Espírito de Deus revestiu a Zacarias, filho do sacerdote Joiada, o qual se pôs em pé acima do povo, e lhes disse: Assim diz Deus: Por que transgredis os mandamentos do SENHOR, de modo que não possais prosperar? Porque deixastes ao SENHOR, também ele vos deixará."
• "IS 61:1 - O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;"
• "ZC 7:12 - Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o SENHOR dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros profetas; daí veio a grande ira do SENHOR dos Exércitos."
O profeta Ezequiel ensina que os falsos profetas seguem o seu próprio espírito ao invés de andarem segundo o Espírito de Deus:
• "EZ 13:2 - Filho do homem, profetiza contra os profetas de Israel que profetizam, e dize aos que só profetizam de seu coração: Ouvi a palavra do SENHOR;
EZ 13:3 - Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos profetas loucos, que seguem o seu próprio espírito e que nada viram!"
Era possível, entretanto, o Espírito de Deus vir sobre alguém que não tinha um relacionamento genuíno com Deus para levá-lo a entregar uma mensagem verdadeira ao povo:
• "NM 24:2 - E, levantando Balaão os seus olhos, e vendo a Israel, que estava acampado segundo as suas tribos, veio sobre ele o Espírito de Deus."
A vinda do Espírito sobre Balaão não equivale à plenitude do Espírito como no N.T.:
• "AT 2:1 - E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
AT 2:2 - E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
AT 2:3 - E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
AT 2:4 - E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem."
O Espírito Santo veio sobre ele para fins de revelação, e não para confirmação dele como profeta. Para cumprir Seus propósitos, certas vezes Deus usa pessoas que nem estão vivendo de acordo com Ele:
• "JO 11:49 - E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis,
JO 11:50 - Nem considerais que nos convém que um homem morra pelo povo, e que não pereça toda a nação.
JO 11:51 - Ora ele não disse isto de si mesmo, mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus devia morrer pela nação.
JO 11:52 - E não somente pela nação, mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos."
4 - Na Liderança de Israel - A ação do Espírito de Deus nos líderes de Israel foi incontestável. Os registros sagrados mostram um profundo relacionamento de Moisés, por exemplo, com Deus. Ele jamais seria um profeta, estadista, libertador, legislador, líder e juiz se não tivesse a unção e direção do Espírito Santo. Ele tinha tamanha comunhão com Deus que chegava a compartilhar dos próprios sentimento divinos. Moisés sofria quando Deus sofria, e se revoltava contra a rebelião do povo quando o Senhor se irava:
• "ÊX 32:19 - E aconteceu que, chegando Moisés ao arraial, e vendo o bezerro e as danças, acendeu-se-lhe o furor, e arremessou as tábuas das suas mãos, e quebrou-as ao pé do monte;"• "ÊX 33:11 - E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda.
ÊX 33:12 - E Moisés disse ao SENHOR: Eis que tu me dizes: Faze subir a este povo, porém não me fazes saber a quem hás de enviar comigo; e tu disseste: Conheço-te por teu nome, também achaste graça aos meus olhos."
Deus orientou Moisés que tomasse setenta anciãos para ajudá-lo na liderança do povo de Israel. E então o Senhor tomou do Espírito que estava sobre Moisés, e O colocou sobre eles:
• "NM 11:15 - E se assim fazes comigo, mata-me, peço-te, se tenho achado graça aos teus olhos, e não me deixes ver o meu mal.
NM 11:16 - E disse o SENHOR a Moisés: Ajunta-me setenta homens dos anciãos de Israel, que sabes serem anciãos do povo e seus oficiais; e os trarás perante a tenda da congregação, e ali estejam contigo.
NM 11:17 - Então eu descerei e ali falarei contigo, e tirarei do espírito que está sobre ti, e o porei sobre eles; e contigo levarão a carga do povo, para que tu não a leves sozinho."
Semelhantemente, quando Josué foi comissionado para suceder Moisés, novamente o Espírito Santo entra em ação:
• "NM 27:18 - Então disse o SENHOR a Moisés: Toma a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe a tua mão sobre ele."
Da mesma forma foi com Gideão:
• "JZ 6:34 - Então o Espírito do SENHOR revestiu a Gideão, o qual tocou a buzina, e os abiezritas se ajuntaram após ele."
Jefté
• "JZ 11:29 - Então o Espírito do SENHOR veio sobre Jefté, e atravessou ele por Gileade e Manassés, passando por Mizpá de Gileade, e de Mizpá de Gileade passou até aos filhos de Amom."
Sansão
• "JZ 14:6 - Então o Espírito do SENHOR se apossou dele tão poderosamente que despedaçou o leão, como quem despedaça um cabrito, sem ter nada na sua mão; porém nem a seu pai nem a sua mãe deu a saber o que tinha feito."• "JZ 15:14 - E, vindo ele a Leí, os filisteus lhe saíram ao encontro, jubilando; porém o Espírito do SENHOR poderosamente se apossou dele, e as cordas que ele tinha nos braços se tornaram como fios de linho que se queimaram no fogo, e as suas amarraduras se desfizeram das suas mãos.
JZ 15:15 - E achou uma queixada fresca de um jumento, e estendeu a sua mão, e tomou-a, e feriu com ela mil homens."
Davi
• "1SM 16:13 - Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do SENHOR se apoderou de Davi; então Samuel se levantou, e voltou a Ramá."
E Zorobabel
• "ZC 4:6 - E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos."
Quer dizer: a presença do Espírito de Deus nos líderes do povo de Israel tinha de ser evidente para qualificá-los na liderança.
5 - Na Unção Específica a Servos - o Espírito Santo também operava isoladamente em indivíduos a fim de capacitá-los para tarefas especiais. A José, por exemplo, foi outorgado o Espírito de Deus para capacitá-lo a agir de modo eficaz na casa de Faraó:
• "GN 41:38 - E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um homem como este em quem haja o espírito de Deus?
GN 41:39 - Depois disse Faraó a José: Pois que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão entendido e sábio como tu.
GN 41:40 - Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu."
Assim como também a Bezalel e Ooliabe, aos quais Deus concedeu a plenitude do Seu Espírito especificamente para fazerem o trabalho artístico necessário à construção do Tabernáculo, e também para ensinarem aos outros:
• "ÊX 31:2 - Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá,
ÊX 31:3 - E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor..."• "ÊX 35:30 - Depois disse Moisés aos filhos de Israel: Eis que o SENHOR tem chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá.
ÊX 35:31 - E o Espírito de Deus o encheu de sabedoria, entendimento, ciência e em todo o lavor..."
O mesmo também se dá com aqueles que são chamados para construírem o Templo de Deus nos corações das pessoas. É claro, a vinda do Espírito Santo aqui não é exatamente a mesma coisa que o batismo no Espírito Santo no NT. No AT, o Espírito vinha sobre uns poucos indivíduos selecionados para servirem a Deus de modo especial, e os revestia de poder (Ex. 31.1-11). Mas estes exemplos revelam o seguinte princípio: quando Deus opta usar uma pessoa, o Seu Espírito vem sobre ela.
6 - No Caráter Humano - havia, ainda, uma consciência no AT de que o Espírito Santo desejava guiar as pessoas no terreno da retidão. Davi dá testemunho disto em alguns dos seus salmos:
• "SL 51:10 - Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.
SL 51:11 - Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo."• "SL 143:10 - Ensina-me a fazer a tua vontade, pois és o meu Deus. O teu Espírito é bom; guie-me por terra plana."
Quando o povo de Deus se recusa a dar ouvidos à voz do Espírito Santo tem de sujeitar-se às suas conseqüências:
• "GN 16:2 - E disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai."
7- O Espírito Santo e o sentimento de Fé no AT - Os fiéis do AT antegozavam a era vindoura do Espírito Santo, ou seja, a era do NT. Em várias ocasiões, os profetas falaram a respeito do papel que o Espírito Santo desempenharia na vida do Messias. O profeta lsaías caracterizou o Rei vindouro, o Servo do Senhor, como uma pessoa sobre quem o Espírito de Deus repousaria de modo especial:
• "IS 11:2 - E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do SENHOR."• "IS 42:1 - EIS aqui o meu servo, a quem sustenho, o meu eleito, em quem se apraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele; ele trará justiça aos gentios."
• "IS 61:1 - O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;"
Quando o Senhor Jesus leu Isaías 61, em Nazaré, terminou dizendo: "Hoje, se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir":
• "LC 4:17 - E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:
LC 4:18 - O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração,
LC 4:19 - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.
LC 4:20 - E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.
LC 4:21 - Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos.
LC 4:22 - E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam da sua boca; e diziam: Não é este o filho de José?"
**** 2. O ESPÍRITO SANTO NO NOVO TESTAMENTO
Nos Evangelhos vemos a ação do Espírito Santo em relação à vida de Nosso Senhor Jesus Cristo. Em Mateus, Marcos e Lucas há 35 referências.
A. Do nascimento de Cristo ao seu batismo
(1) Jesus foi concebido por obra e graça do Espírito Santo (Mt 1.20; Lc 1.35).
(2) João Batista, o precursor, foi cheio desde o ventre de sua mãe (Lc 1.15).
(3) Izabel foi cheia do Espírito Santo (Lc 1.41).
(4) Zacarias profetizou, cheio do Espírito Santo (Lc 1.67).
(5) Simeão recebeu uma revelação acerca do nascimento do Messias (Lc 2.25-27).
(6) João Batista profetizou que Jesus batizaria no Espírito Santo (Mt 3.11; Mc 1.8; Lc 3.16).
(7) O Espírito Santo desceu em forma de pomba no ato do batismo de Jesus (Mt 3.16; Lc 3.22; Jo 1.32, 33).
(8) O Espírito mesmo conduziu o Filho Amado ao deserto (Mt 4.1; Lc 4.1; Mc 1.12).
(9) Jesus Cristo não recebeu o Espírito por medida (Jo 3.34).
B. O Ministério de Jesus e o Espírito Santo
(1) Jesus voltou para a Galiléia pela virtude do Espírito (Lc 4.14).
(2) O Espírito do Senhor sobre Ele (Lc 4.18-21).
(3) Jesus expulsou demônios pelo poder do Espírito Santo (Mt 12.28).
(4) Deus o Pai ungiu Jesus com o Espírito Santo (At 10.38)
(5) O Espírito Santo ressuscitou Jesus dentre os mortos (Rm 8.11; 1 Pe 3.18).
(6) Pelo Espírito, Jesus se ofereceu, imaculado (Hb 9.14).
(7) Antes de partir Jesus deu mandamentos pelo Espírito (At 1.2).
Jesus foi concebido pelo Espírito, andou no Espírito, ressuscitou pelo Espírito. Agora, como o Senhor glorificado, Ele dá o Espírito ao Seu povo, a fim de que possa andar como Ele andou, servir como Ele serviu, viver como Ele viveu e ser erguido dentre os mortos como Ele foi erguido. Urge notar que Ele só começou o seu ministério depois de ser ungido pelo Espírito Santo, de um modo visível, no ato do batismo nas águas.
O Espírito Santo em Atos
No livro de Atos há 56 referências sobre Ele. O realce mais excelente no livro de Atos é a atividade do Espírito Santo. Seu Poder e Sua Liderança são a base fundamental da Igreja do primeiro século. Ele foi derramado no Pentecoste para capacitar os seguidores de Jesus Cristo a cumprirem tudo quanto o Senhor lhes mandou fazer. O livro de Atos poderia ser chamado de "Os atos do Espírito Santo através dos discípulos". Notemos: Apesar de os discípulos de Jesus serem salvos (Lc 10:20), limpos (Jo 13:10), tendo deixado tudo para segui-LO (Mt 19:27), tendo recebido um sopro do Espírito (Jo 20:22), tendo ouvido os ensinos do Mestre, testemunhado os Seus milagres por mais de três anos e terem sido testemunhas oculares de Sua morte, sepultamento e ressurreição, só lhes foi permitido pregar após serem batizados no Espírito Santo (Lc 24:49; At 1:4,8).
No livro de Atos observamos a Obra Poderosa do Espírito Santo (At 1:8).
Os termos batismo, cheio e dom são todos usados no livro de Atos com referência à Obra Poderosa do Espírito nas vidas de Seus servos. O batismo significa o envolvimento ou posse do indivíduo pelo Espírito. O enchimento significa a entrada na vida da pessoa, em poder e graça - habitação do Espírito Santo (1 Co 3:16). E dom se refere ao fato de que Ele é dado por Deus e não adquirido por esforços próprios, nem comprado por bom preço, nem merecido por dignidade. Observe as expressões seguintes:
1) "Sereis batizados" (At 1:5).
2) "... e todos ficaram cheios" (At 2:1-4).
3) "... derramou isto que vedes e ouvis" (At 2:33).
4) "... e recebereis o dom" (At 2:38,39).
5) "... então Pedro cheio do Espírito Santo"(At 4:8).
6) "... e todos ficaram cheios do Espírito Santo" (At 4:31).
7) "... homens cheios do Espírito Santo" (At 6:3,5).
8) Estevão morrendo, "cheio do Espírito" (At 7:55).
9) "Oraram para que recebessem o Espírito Santo" (At. 8:15-17).
10) A oração de Ananias: "... para que sejas cheio" (At 9:17)
11) "... caiu o Espírito Santo sobre todos" (At 10:44-47).
12) "... caiu sobre eles o Espírito" (At 11:15-17).
13) "... cheios de fé e do Espírito Santo" (At 6:5).
14) "Paulo, cheio do Espírito Santo" (At 13:9).
15) "e os discípulos transbordavam de alegria e do Espírito Santo" (At 13:52).
16) "... concedendo-lhes o Espírito Santo" (At 15:8).
17) "Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes?" (At 19:2-6).
(1) A obra supervisora do Espírito Santo
1) Deus mandamento aos discípulos (At 1:2).
2) Julgou os mentirosos (At 5:3,9).
3) Mandou que Filipe se ajuntasse ao carro do eunuco (At 8:29).
4) Arrebatou a Filipe (At 8:39).
5) O Espírito disse (At 10:19; 11:12).
6) Chamou, separou e enviou Barnabé e Paulo (At 13:2,4).
7) "Pareceu bem ao Espírito Santo..." (At 15:28).
8) "Tendo sido impedidos pelo Espírito Santo..." (At. 16:6,7).
9) Constituiu bispos para apascentarem o rebanho (At. 20:28).
(2) A obra reveladora ou profética do Espírito Santo
1) O Espírito Santo falou pela boca de Davi (At 1:16).
2) Ágabo profetizou inspirado pelo Espírito (At 11:28).
3) De cidade em cidade o Espírito revelava a Paulo (At 20:23).
4) Pelo Espírito, diziam a Paulo que não subisse a Jerusalém (At 21:4).
5) "Isto diz o Espírito", falou o profeta (At 21:11).
6) Paulo cita Isaías (At 28:25-27).
7) Profetas, mestres e profetizas que jejuavam, ouviam e profetizavam pelo Espírito (At 13:1,2; 21:9).
Nós necessitamos totalmente do Espírito Santo para nossa vida cristã diária. Jamais conseguiremos viver os ensinos de Jesus e a sua vontade sem a regeneração e a plenitude do Espírito Santo.
Ser cheia do Espírito é o melhor que posso desejar do novo nascimento em Cristo. Nós necessitamos totalmente do Espírito Santo para nossa vida cristã diária. Jamais conseguiremos viver os ensinos de Jesus e a sua vontade sem a regeneração e a plenitude do Espírito Santo.
O Espírito Santo é o nosso Ajudador, Consolador e Conselheiro, que nos guia e faz lembrar da Palavra de Deus.
A promessa do Espírito Santo em nossa vida regenerada conforme Ezequiel 36. 26-27 é para nossos dias e para nosso viver diário:
******** II. O RELACIONAMENTO DO ESPÍRITO SANTO COM A HUMANIDADE
O que desejamos do ESPÍRITO SANTO (DEUS) deve ser gerado primeiro no reino espiritual, através da oração. Como nossos desejos devem ser iguais aos do ESPÍRITO SANTO, pois estamos em comunhão com ELE, então serão prontamente atendidos.
Ez 22.30 “E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei” ERC.
“Sucedeu mais que, ouvindo Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele já não havia brecha alguma, ainda que até este tempo não tinha posto as portas nos portais” Ne 6.1.
Não se pode receber orientação e ajuda do ESPÍRITO SANTO se não O reconhecermos como pessoa e pessoa que vive em nós e conosco - um amigo mais chegado que um irmão - alguém que conhece mais sobre nós do que nós mesmos - UM AMIGO ÍNTIMO
1 Coríntios 2: 1-16
1 E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.3 E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.4 A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;5 Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.6 Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam;7 Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória;8 A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.9 Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.10 Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.11 Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.12 Mas nós näo recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.13 As quais também falamos, näo com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.14 Ora, o homem natural näo compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e näo pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.15 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.16 Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
1. O ESPÍRITO SANTO operando em nossas faculdades mentais.
Orar em línguas edifica-nos (1 Co 14.4). Isso relaciona-se ao nosso crescimento mental, isso nos fala de fortalecimento e proteção mental. "Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra" (Cl 3.2).
Pensar claramente é ganhar a batalha da mente e manter cativos seus pensamentos corretos.
" Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo". (Efésios 6,11).
A palavra "cilada" no grego corresponde a palavra "METHODIA", de onde vem a nossa palavra portuguesa "MÉTODO". Isso significa que Satanás é dono de uma estratégia total, bem ordenada, eficaz, comprovada ao longo do tempo e que funciona como por encanto.
"Pois não temos que lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestiais" (Efésios 6,12).
Observe que a luta de que nos fala o apóstolo Paulo não é uma luta visível, mas MENTAL.
"E a quem perdoardes alguma coisa, também eu. E o que eu perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de CRISTO, para que não sejamos vencidos por Satanás, pois não ignoramos os seus ARDIS" (II Coríntios 2,10-11).
A palavra "ardis" no grego é derivada de uma palavra cuja raiz significa: MENTE. Assim, parafraseando as palavras do apóstolo Paulo acima, podemos dizer o seguinte:
"Nosso desejo é que o inimigo não nos agarre, mediante a confusão dos nossos pensamentos, porque estamos bem conscientes de sua estratégia dirigida às nossas mentes".
"Mas se o nosso evangelho ainda está encoberto, para os que se perdem está encoberto, nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de CRISTO, que é a imagem de DEUS" (II Coríntios 4, 3-4).
"Pois DEUS, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, é quem brilhou nos nossos corações, para a iluminação do conhecimento da glória de DEUS, na face de JESUS CRISTO" (II Coríntios 4, 6).
"Pois embora andando na carne, não militamos segundo a carne. As armas da nossa guerra não são carnais, mas sim poderosas em DEUS para a destruição das FORTALEZAS. Derrubamos todo o raciocínio e toda a altivez que se levante contra o conhecimento de DEUS, e levamos cativo todo o PENSAMENTO à obediência de CRISTO" (II Coríntios 10, 4-5).
"Não andeis ansiosos por coisa alguma; mas em tudo, pela oração e pela súplica, com ações de graças, sejam as vossas petições conhecidas diante de DEUS. E a paz de DEUS, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e as vossas mentes em CRISTO JESUS. Quanto ao mais irmãos, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisto pensai." (Filipenses 4, 6-8)
A mente carnal é a "morte"; é "inimizade contra DEUS"; "não está sujeito à lei de DEUS, nem mesmo pode estar"; "não pode agradar a DEUS" (Romanos 8:6-8). Que contradição uma igreja alegar ser "de CRISTO" quando as pessoas que a compõem têm a mente carnal que não pode agradar a DEUS!
O remédio do ESPÍRITO para a mente carnal é: "E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de DEUS" (Romanos 12:2). Renovação da mente! Transformação! Metamorfose! Livrar a mente das disposições e dos interesses carnais, enchendo-a com as disposições e os interesses espirituais! Essa é outra forma de dizer: "Habite, ricamente, em vós a palavra de CRISTO" (Colossenses 3:16). Não é tarde demais. Deixe que ele te molde. A felicidade eterna está em jogo.
2. O ESPÍRITO SANTO operando nos sentimentos e vontades.
Mas o que profetiza fala aos homens para edificação, exortação e consolação. (1Co 14.3).
E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo (João 16:8-11).
Sustentamos esta passagem como se referindo primariamente a uma obra indireta do Espírito, porque a diferença entre a obra direta e indireta do Espírito é para se ver mais tarde sob o exame do Seu trabalho nos perdidos. A conversão é o resultado direto da ação do ESPÍRITO SANTO em seu trabalho de convencimento e posterior desejo de arrependimento e necessidade de perdão
3. O ESPÍRITO SANTO e a adoção.
"Porque todos os que são guiados pelo ESPÍRITO de DEUS, esses são filhos de DEUS" (Rm 8.14).
"Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos; Aba, Pai" (Rm 8.15).
"O mesmo ESPÍRITO testifica com o nosso espírito, que somos filhos de DEUS" (Rm 8:16).
Deus opera em oculto
Ele opera de modo escondido, como se usasse luvas, por meio daquilo que chamamos de causas secundárias, por meio de forças que são espirituais e não mecânicas. Suas grandes operações em graça, ao subjugar uma alma, são acompanhadas do poder invisível e quase imperceptível que irá gerar pensamentos sérios, anseios benignos no coração, atrações celestiais na oração, apreensões secretas para com o perigo, repentinos lampejos de esperança na mente e possibilidades brilhantes, incutindo, por um lado, um sentimento de total incapacidade e, por outro, grande coragem e determinação.
Você já reparou que os grandes e rudes pecadores são geralmente capturados e conquistados das maneiras mais inesperadas, por meio de alguma circunstância patética e cheia de quietude e mansidão, exatamente o oposto do que consideraríamos essencial para produzir tais resultados? Infiéis não são convertidos por longos sermões, mas com maior freqüência, pela silenciosa confiança de algum pobre e velho santo ou pela oração sussurrada por uma criancinha. Um humilde santo no fundo de um quintal ou no meio de uma plantação está silenciosamente chorando e rogando pela salvação de alguma criança, a qual acabará se tornando um grande profeta ou reformador, no poder do Espírito Santo, e dez mil vezes mais capaz de produzir resultados, do que na barulheira eclesiástica de um reavivamento dirigido pelo homem.
Deus opera por meio de indivíduos, ao invés de usar comitês, federações ou grandes organizações. Deus conquista um coração qualquer e por intermédio daquele coração derrama Seus propósitos como um rio poderoso.
2. Deus opera segundo os Seus próprios planos
Quando os homens se afastam do Senhor, o homem individualmente passa a ser de pouca importância, e toda a confiança é colocada nas grandes maiorias e em exércitos poderosos. A torre de Babel foi construída por um comitê nacional que dizia: Vamos construir uma cidade e uma torre para nós!
Mas Deus escolheu um único homem, Abraão, e o chamou para que fosse um peregrino e fundador de uma raça daqueles que são da fé. O Rei da Síria aparelhou um exército para capturar o profeta Eliseu, mas, sozinho, aquele profeta orou e o exército ficou cego, e ele os guiou a Samaria. Deus carinhosa e secretamente inspira uma única alma que sobrepuja o sábio e leva a cabo os propósitos de Deus de uma maneira jamais sonhada antes.
O Senhor atinge Seus propósitos e, com freqüência, faz Suas conquistas mantendo Seus santos em uma condição que, em vários aspectos, parece sem esperanças como que para fazê-los viver por fé e para que dependam de Deus somente. Se fosse para o Senhor dar ao Seu povo aquilo que os homens chamam de sucesso, como abundância de dinheiro e prosperidade pessoal, isto se revelaria como um completo fracasso do ponto de vista de Deus. Quando lemos a Bíblia e olhamos para a vida do ser humano, parece que Deus está sendo derrotado. O que parece ser fracasso aos nossos olhos é sucesso para o Senhor. O Todo Poderoso não está trabalhando de acordo com planos humanos e nem segundo o juízo dos homens. Aqueles que são reputados por indignos, ou sem esperança, ou mal sucedidos, são, com freqüência, bem sucedidos à maneira de Deus.
A Obra de Deus não pode ser feita pela força das armas, nem imposta com a violência brutal da humanidade, mas, sim, implantada pelo amor cristão. Esse amor, neste mundo de violência e brutalidade, só pode subsistir pela presença do Espírito Santo nas nossas vidas
Nada é feito na Bíblia por força humana, ou força militar, mas pelo Espírito. É Deus quem opera todas as coisas, as outras forças deste mundo são irrelevantes perto da Mão assertiva e Poderosa do nosso Deus.
Se não existe força alguma que pode nos ajudar perto da mão de Deus e se aqueles que o seguem precisam depender Dele, significa que nada que eu faça terá algum efeito se antes não passar pela aprovação Dele. Isto é uma das manifestações da Graça
Não confiando na minha própria força, mas unicamente no poder do Espírito de Deus. Assim alcançaremos esta grande vitória

preapa
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário